O Jardim invisível e a internet das plantas - SAGIPER
SAGIPER
Menu

BLOG

O Jardim invisível e a internet das plantas

O Jardim invisível e a internet das plantas

Existe algo escondido nos nossos jardins e florestas, um mundo complexo e invisível à superfície que tem um papel extremamente importante no desenvolvimento das plantas. Raramente nos lembramos do mundo sob os nossos pés, o mundo subterrâneo, vamos falar de raízes…

As raizes são as primeiras estruturas que emergem da semente durante a germinação. São elas que fixam as plantas ao solo e permitem a absorção de água e sais minerais. São várias as funções associadas a estes orgãos das nossas plantas.

Se costuma remover ervas daninhas no seu jardim, já se terá apercebido que entre as raízes subterrâneas podemos ter dois tipos principais:
A raiz aprumada, quando existe uma raiz principal, maior, e várias raízes secundárias. E a raiz fasciculada, que tem um sistema fibroso de várias raizes de tamanhos semelhantes.

Sabia que algumas raízes fazem parte da nossa alimentação? A cenoura, o nabo, a beterraba, a mandioca, são alguns exemplos de raízes que levamos para a mesa.

Têm sido desenvolvidos vários estudos sobre a forma como as plantas comunicam entre si, chegando-se à conclusão de que as plantas, sobretudo as árvores, têm uma vasta rede de comunicação. E é a partir das raízes que a maior parte desta comunicação se desenvolve.

Estas permitem que as árvores cooperem para se alimentarem ou defenderem, emitindo sinais através de trocas químicas e hormonais, por exemplo.
Criam assim uma rede que as torna mais resilientes. Estas trocas ocorrem entre árvores da mesma espécie e árvores de espécies diferentes.

Outro elemento importante deste mundo subterrâneo das árvores, são os fungos. Os fungos, sejam de cogumelos ou não, são formados por um emaranhado de pequenos filamentos conhecidos como micélio. O solo está cheio desta rede de micélios, esta tem uma importante ligação às raizes, possibilitando a troca de nutrientes e outros tipos de comunicação entre plantas.

A maioria das plantas terrestres têm uma relação de simbiose com fungos, a micorriza.

É através desta simbiose que as plantas recebem hidratos de carbono, fósforo e nitrogénio dos fungos, que também as ajudam a extrair água do solo. Esse processo é importante no desenvolvimento das plantas.

As plantas têm um sistema e relações complexas que não vemos no dia-a-dia e que vamos conhecendo cada vez melhor através da ciência.

https://www.pinterest.pt/pin/22447698130240805/

Amália Souto de Miranda

Arquiteta Paisagista
Loci Studio

Share